Cooperativismo

UMA HISTÓRIA QUE
HARMONIZA SUCESSO
E UNIÃO




União e força

O cooperativismo é um instrumento de organização econômica da sociedade, criado na Europa no século XIX, caracterizando-se como uma forma de ajuda mútua através da cooperação e da parceria.

O presidente da República, Dr. Afonso Pena e seu ministro da agricultura, decidiram por bem incentivar a criação de sociedades cooperativas procurando na Itália os técnicos capacitados a iniciarem e darem corpo ao movimento.

O cooperativismo tornou-se uma prática necessária e insubstituível. Para o seu fortalecimento é importante que haja intercâmbio de informações.

A sociedade cooperativa é uma associação autônoma de pessoas unidas voluntariamente para satisfazer suas necessidades econômicas, sociais e culturais em comum, por meio de uma empresa de propriedade conjunta e de gestão democrática.

O movimento que surgira com tanto vigor e que parecia incendiar toda a região apagou-se e sumiu nas cinzas da derrocada.

Contudo, para aprofundar-nos no desenvolvimento histórico do cooperativismo no Brasil, é necessário fazê-lo por ramos, ou seja, tipos de cooperativas, já que cada um teve a sua própria história, com dificuldades e sucessos distintos, dependendo, quase sempre, das facilidades ou obstáculos oferecidos pelo Governo.



< Voltar

54 3464 8100