Notcias

UMA HISTRIA QUE
HARMONIZA SUCESSO
E UNIO

Cooperativa prev investimento de R$ 15 milhes nos prximos trs anos

Cooperativa Vinícola Garibaldi prevê investimento de R$ 15 milhões nos próximos três anos

Com a intenção de fortalecer o segmento vitivinícola, a Cooperativa Vinícola Garibaldi, situada em Garibaldi, na Serra Gaúcha, prevê dobrar a produção de espumantes e investir R$ 15 milhões nos próximos três anos na Cooperativa. A expectativa é ultrapassar a marca de 2 milhões de garrafas produzidas anualmente e atingir a faixa de 4 milhões de garrafas. Somente em 2018, serão investidos R$ 5 milhões.

O visível crescimento da Cooperativa é fruto de um planejamento de anos e investimentos precisos. De 2004 a 2016, foram investidos R$ 26 milhões em infraestrutura. Já em 2017, o valor aplicado foi de R$ 3,5 milhões. “Em 2016, tivemos um faturamento de 11% em comparação a igual período de 2015 e, em 2017, projetamos fechar com crescimento de 10%, na comparação com 2016, com faturamento de R$ 130 milhões. Apesar da crise econômica e das dificuldades dos últimos anos, nós não recuamos, pelo contrário, mantivemos o planejamento e as metas de investimentos”, destaca o presidente da Cooperativa, Oscar Ló.

Os investimentos da Cooperativa tem como base a consolidação das metas de planejamento, traçadas nos últimos três anos. A execução da proposta contribuirá para expandir os resultados na participação no mercado nacional, atitude que deve ampliar também o número de associados. “O investimento prevê a ampliação da capacidade de produção, do uso de uma tecnologia moderna na área da automação, além da conversão dos vinhedos dos associados, o que deve fazer com que os donos das propriedades direcionem suas produções de uvas para de espumantes. A Cooperativa conta com agrônomo e técnicos agrícolas que trabalham e orientam os associados a fazerem esta conversão de vinhedos. Eles orientam também os viticultores a usarem uvas próprias, adaptadas para cada microrregião, garantindo o potencial de produtividade”, frisa o presidente.

Atualmente, a Cooperativa Vinícola Garibaldi conta com 397 associados, distribuídos em 14 municípios da Serra Gaúcha.

Mais um ano para comemorar

Com 86 anos de atividades, a Cooperativa Garibaldi vai encerrar 2017 com mais 48 prêmios conquistados no Brasil e no Exterior. Nacionalmente, ganhou da Associação Gaúcha dos Supermercados (Agas), o Prêmio Carrinho Agas 2017, sendo considerado o melhor fornecedor de espumantes do Rio Grande do Sul. Destaque também para conquistas obtidas na Espanha, no II Concurso Ibero-americano de Vinos Espumosos y Efervescents, com um ouro para o Garibaldi Espumante Pinot Noir Brut e duas pratas para o Chardonnay Brut e o Vero Espumante Brut. Além das premiações, a Cooperativa ainda lançou uma nova linha de espumantes em 2017, intitulada Garibaldi VG, com três rótulos: brut rosé e extra brut e brut branco (para 2018). Os dois produtos lançados em agosto tem variedade Chardonnay e Pinot Noir. “Isto é motivo de muito orgulho, porque vem ao encontro do nosso planejamento”, reforça o presidente Oscar Ló.

Cinco anos entre os melhores do mundo

1, 2, 3. Isso mesmo, 3 espumantes da Cooperativa Vinícola Garibaldi são destaque no ranking dos 100 melhores vinhos do mundo, elaborado pela Associação Mundial de Jornalistas e Escritores de Vinhos e Licores (WAWWJ), divulgado nesta semana. E não para por aí, o Chardonnay Brut, o Moscatel e o Prosecco da cooperativa podem ser encontrados por um preço médio de R$ 36 em quase todo o Brasil, ou seja, uma das melhores relações custo x benefício dos melhores do mundo.

Há cinco anos, desde a criação do certame, a Garibaldi consolida seu know how na elaboração de borbulhas de excelente qualidade, despontando oito vezes entre os melhores do mundo. Neste ano, os três espumantes estão entre as 40 primeiras posições do ranking.

Além dos espumantes, a Cooperativa está presente na lista das 100 melhores vinícolas do mundo, reforçando a qualidade do trabalho desenvolvido. No ranking dos melhores países produtores de vinhos, que conta com 57 inscritos, o Brasil ocupa a 12ª posição.

> VER TODAS

< Voltar

54 3464 8100